10 dicas valiosas: o que você precisa saber sobre como escrever e publicar um livro!

Olá! Se você ama ler e escrever e sonha em publicar um livro, este texto é para você!



Recentemente fui convidada para um bate papo sobre dicas de escrita e caminhos para publicação em um evento literário aqui na minha cidade e foi muito bom! Fiquei pensando que eu adoraria ter ouvido tudo aquilo quando comecei a escrever. Além disso, volta e meia alguém me procura por email ou em privado nas minhas redes sociais para tirar dúvidas, então resolvi escrever sobre esse assunto hoje. Claro que daria um livro, mas para que as informações sejam úteis e bem práticas, vou tentar ser sucinta e direta.


1- Se quer escrever, leia muito!

Acredito que essa primeira dica seja valiosíssima. Sinceramente, não dá para querer ser um(a) escritor(a) se você não ama ler. Leia muito, principalmente autores já consagrados do gênero que você quer escrever. Leia com atenção, perceba como os personagens são construídos, como são os diálogos, quando acontecem as reviravoltas, isso lhe ajudará a escrever melhor. Além disso, ler muito sempre lhe trará inspirações.


2- Não deixe suas ideias lhe escaparem!

Já tem uma ideia na cabeça? Então sente agora e escreva o resumo dela, com o máximo de detalhes que conseguir. Não podemos deixar boas ideias nos escaparem.


3- Saiba como organizar a estrutura do seu livro:

Com seu resumo pronto, crie agora um roteiro/esqueleto/escaleta/estrutura para sua história. Toda história precisa ter começo, meio e fim, e principalmente: precisa ter algo que mova seu personagem em busca de alguma coisa. O esquema mais comum de estrutura de um romance é o romance em 3 atos: basicamente essa estruturação consiste em dividir sua história em início, meio e fim, com pontos de tensão bem distribuídos entre eles.

  • Ato 1: apresentação dos personagens e de sua vida comum até que aconteça a primeira virada. Geralmente corresponde ¼ do texto. É o primeiro “plot point” ou "Point Twist”. Essa virada é que fará o personagem mudar o curso de sua história em busca de algo.

  • Ato 2: geralmente a parte mais longa do texto, quando o autor precisa mostrar os confrontos que o personagem viverá que o atrapalharão a conquistar o que ele deseja.

  • Ato 3: geralmente corresponde a 1/4 da história, o 1/4 final, é onde o autor solucionará os problemas, é o clímax da história. É aqui que o autor decidirá se seu personagem central conseguirá ser bem sucedido ou não.

A estrutura não é um caminho fixo, rígido e imutável, mas um grande guia para o autor. Você pode, ao longo da escrita, resolver mudar coisas que já tinha planejado, e fique à vontade para fazer isso. Mas tendo um roteiro, uma estrutura inicial, certamente será mais fácil ir do início ao fim, sem desistir de sua história.


4- Atenção a detalhes importantes:

  • No Brasil, diálogos são escritos com travessão —. O travessão não tem uma tecla específica no teclado, e você o encontra no word digitando ALT+0151. Para facilitar sua vida, você pode formatar o word para toda vez que digitar 2 traços seguidos de espaço ele converter em travessão. Para isso vá no Word em “Arquivo”, “Opções do word”, “Revisão de texto”, “Opções de auto-correção”. Daí em “Substituit ao digitar” digite à esquerda: 2 traços e espaço e à direita coloque um travessão. Você terá que copiá-lo do texto. Digite ALT+0151 e ele aparecerá, então você copia e cola lá.


  • Diálogos são os fios condutores da trama, que aproximam o leitor dos personagens e de sua história. Eles precisam mover o enredo para frente. Então evite diálogos que não acrescentam nada. Crie diálogos que vão mostrar características dos personagens ou que realmente vão fazer a história andar.


  • Após o diálogo, o autor pode fazer uma interferência narrativa, chamada de inciso. Os incisos servem para contar quem está falando, para demonstrar o estado emocional de quem falou, ou gestos e características. Evite ao máximo começar um inciso com “falou, perguntou, disse, e etc”, pois torna o texto enfadonho. Tente começar o inciso com o que você diria depois do verbo dicendi (verbos de fala). Quando não conseguir eliminar o verbo dicendi, o inciso começará em letra minúscula (ex: “sussurrou ao meu ouvido”. Observe que sussurrou é um verbo de fala) e a fala anterior (o diálogo antes do inciso) não tem ponto final. Se o inciso começar com verbos acendi, ou verbos de ação, como: “Levantou”, “Ergueu a mão”, etc, a frase começa com letra maiúscula e o diálogo anterior tem ponto final.


  • Uma dica valiosa do mestre Stephen King (leia o livro dele “Sobre escrita”) é evite advérbios e adjetivos demais. Isso deixará seu texto mais fluido.


5- Escreva o mais rápido que conseguir.

Essa também é uma dica muito importante, pois quanto mais tempo você protela, mas vai se perdendo da essência do que queria contar. Tente criar uma rotina de escrita e escreva pelo menos mil palavras por dia. Se conseguir escrever 5 mil palavras por semana, em cerca de 2 meses certamente terá seu texto concluído. Claro que se sua história for muito grande, levará mais tempo escrevendo nesse ritmo.


6- A primeira revisão sempre deverá ser feita por você!

Ao terminar de escrever, antes de mostrar para qualquer pessoa, faça uma releitura, mas aguarde pelo menos uns 15 dias depois que terminou, porque acabamos ficando com os olhos e o cérebro “viciados” no nosso texto e, com isso, costumamos não enxergar erros e furos na história. Terminou? Vá comemorar e descansar um pouco, 15 dias depois, Stephen King diria 6 semanas depois (mas acho tanto tempo um pouco de exagero), volte para seu texto, sente-se e leia tudo atentamente. Não hesite em cortar repetições de ideias e de palavras. Essa fase da escrita é justamente a fase dos cortes e também para corrigir furos na história ou coisas absurdas que você só perceberá então.


7- Peça a opinião de outras pessoas antes de publicar seu texto.

Fez a primeira revisão? Então está na hora de pedir outras pessoas para lerem, para ouvir a opinião delas. Mas uma coisa importante a observar é que se essa pessoa for sua mãe, sua irmã ou seu marido ou esposa, provavelmente terá uma tendência a dizer que gostou e não lhe apontará furos ou erros que você pode ter deixado passar, mesmo depois de sua revisão. Por isso seria interessante pedir a opinião de alguém que também escreve, um(a) escritor(a) conhecido(a) seu/sua, ou mesmo pagar por uma análise crítica de um profissional.


Agora vamos falar sobre publicação?

De nada adianta escrever um livro e nunca publicá-lo. Se escreveu, publique! Primeiro mande para um revisão profissional, encomende uma capa também profissional e então estará pronto para mostrar sua história para o mundo.


8- Qual a melhor forma de começar a publicar?

Para você construir sua carreira, precisará de leitores. A melhor maneira de começar seria publicando de forma gratuita seu primeiro romance, no Wattpad por exemplo. Assim muitas pessoas poderão conhecer você e sua escrita.


9- Divulgue-se!

Muito importante: use as redes sociais para se apresentar como escritor (a). Poste fotos escrevendo, trechos do seu texto e coisas do tipo e vá criando sua audiência.


10- Comece publicando por plataformas gratuitas e depois vá para Amazon.

Depois de concluir sua história no Wattpad, deixe-a lá por um tempo, não muito, e a leve para a Amazon. A Amazon é a melhor, mais fácil e barata forma de publicar seu livro e começar a ganhar dinheiro com ele.

Só procure uma editora depois de tudo isso. Primeiro porque as grandes editoras não se interessam por autores iniciantes que ainda não têm publico. Segundo, mesmo que você pague para publicar por uma editora que trabalhe com edição compartilhada, se você ainda não tiver público nenhum, provavelmente seu livro não vai vender. Então, coloque na sua cabeça que precisa começar a trabalhar seu marketing antes mesmo de publicar seu livro, isso aumentará, e muito, suas chances de sucesso.


Gostou das dicas?

Espero que elas realmente possam ajudar você a realizar seu sonho de escrever e publicar seu livro!


Beijos e até a próxima.


Leia os últimos capítulos de “Impossível não te amar” no wattpad clicando agora aqui e se inscreva aqui no meu site para receber notificações de novidades!


Conheça melhor meu trabalho passeando pelo meu site e adquira meus livros clicando aqui.


Dicas de livros sobre escrita:


Escreva seu livro agora: planejamento e estrutura — Felipe Colbert


Escreva seu livro agora: cenas e diálogos — Felipe Colbert


Escreva seu livro agora: autocrítica e preparação — Felipe Colbert


Sobre a escrita: a arte em memórias — Stephen king







Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags

© 2017 Autora Renata R. Corrêa - Desenvolvido por Lion - Publicidade & Livros.