Vamos conversar um pouquinho sobre a Bienal do livro de São Paulo?

A 25ª Bienal Internacional do Livro de São Paulo acontecerá de 03 a 12 de Agosto de 2018 no Pavilhão de Exposições do Anhembi.

Com expectativa de aproximadamente 700 mil visitantes em um espaço total de 70 mil m², além da grande oferta de livros, ainda contará com uma programação cultural abrangente, mesclando literatura, gastronomia, cultura, negócios e muita diversão!



Oi! Tudo bem?

A Bienal do livro está chegando. Então, ao invés de postar sobre minhas leituras de julho, hoje falarei um pouquinho sobre esse evento incrível. No final do mês postarei sobre minhas leituras de julho e agosto. Outra observação é que a partir de agora as postagens passarão a ser nas quintas-feiras. Cadastre-se aqui no site para receber emails com notificações de novas postagens do blog!


Minha experiência e expectativas


Ano passado foi minha primeira vez numa Bienal do livro. Estava com meus dois filhos pequenos então não pude ficar muito, mas foi simplesmente incrível o evento no Rio de Janeiro, foi minha primeira vez numa bienal do livro e já fui como escritora, um sonho realizado.



Este ano ficarei mais tempo, já que deixarei os filhos com o paizão (oremos para que corra tudo bem!). Estarei em São Paulo do dia 09 ao dia 12 de agosto e minha sessão de autógrafos é dia 11, sábado, às 13h.


Estou bastante empolgada, feliz, e um pouquinho ansiosa, confesso! Espero poder encontrar com outros autores e autoras que admiro e só conheço do mundo virtual e poder distribuir muitos abraços e autógrafos para meus leitores e leitoras queridos(as). Tirarei muitas fotos e pretendo fazer lives para o Facebook e Instagram e gravar vídeos para o stories, então fique ligadinha às minhas redes sociais para saber tudo que estarei fazendo por lá!


Se você for, passe para me ver no estande K050, da editora Pandorga, preparei brindes fofos para as primeiras pessoas que comprarem meu livro lá na minha presença.



Quem não puder ir e quiser comprar meu novo romance "De repente, tudo muda", compre diretamente do site da editora Pandorga até o dia 12/08/18 e me mande um print que enviarei marcadores de páginas autografados de presente.


Agora vamos conhecer um pouquinho mais sobre a história da Bienal de São Paulo? (Informações retiradas do site oficial do evento)


A primeira Bienal Internacional do livro de São Paulo aconteceu em 1961, em parceria com o Museu de Arte de São Paulo.


Em 1970 passou a ser realizada unicamente pela CBL (Câmara brasileira do livro)


Em 1972 o evento atingiu sua primeira grande marca, 80 mil visitantes e 700 expositores.


Em 1996 passou a ser realizado no Expo Center Norte.


Em 2002 devido ao grande sucesso, mudaram para o Centro de Exposições Imigrantes.


Em 2006 chegou ao Anhembi, maior centro de exposições da America Latina.


Em 2008 o Projeto Ler é Minha Praia contemplou o público Infanto-Juvenil.


Em 2010 a Reed Exhibitions Alcântara Machado passa a ser organizadora oficial, em parceria com a CBL.


Em 2012 a 22ª Bienal Internacional do Livro de São Paulo teve o posicionamento "Porque livros transformam o mundo, porque livros transformam pessoas."


Em 2014 a 23ª Bienal Internacional do Livro de São Paulo teve o posicionamento "Tudo junto e misturado" e foi o início da parceria do Sesc na construção da Bienal.


Em 2016 a 24ª Bienal Internacional do Livro de São Paulo com o posicionamento "Histórias em todos os sentidos", abordou o conceito de associar o livro com outras coisas que as pessoas gostam.


A história da Bienal de 2018 começa a ser construída agora e é uma grande honra e uma emoção indescritível poder participar dela!


Grande beijo!

Na próxima quinta-feira não terá postagem pelo motivo de que estarei lá, vivendo mais este sonho, mas depois, quando voltar, conto tudo para você!


Aproveite para garantir agora meu novo romance e de quebra ganhar marcadores lindos autografados! Clique agora aqui.


Renata.

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags