Desejo e paixão. É possível separar o joio do trigo?

July 25, 2018

 

Desejo e paixão são dois sentimentos bem fáceis de serem confundidos, principalmente por nós mulheres que temos uma tendência natural a romancear as coisas. Saiba mais!

 

 

 

 

Ambos os sentimentos são arrebatadores, provocando sensações físicas parecidas, como corações disparados e pernas bambas.

A principal diferença é que o desejo ou tesão está relacionado apenas a atração sexual, física, enquanto a paixão decorre de uma vontade de se relacionar amorosamente.

 

Diferenças entre desejo e paixão:

 

Paixão é mais profunda e envolve querer saber mais do outro, tem a ver com admiração, enquanto desejo é carnal. Paixão é intensa e costuma ser o primeiro passo para o amor, um sentimento mais calmo, profundo e sólido, que surge quando a paixão passa.

 

Saber que a paixão passa poderia nos deixar tristes, mas não, ainda bem que passa! Pois paixão é intensa e desgastante demais! Paixão nos inquieta e consome nossa energia, se durasse muito tempo, provavelmente não sobreviveríamos a ela!

 

A antropóloga americana Helen Fisher, em seu livro Why we love, explica que a paixão dura em torno de 12 a 18 meses.

 

Uma matéria publicada na revista Glamour em 28/02/17 apontou uma pesquisa realizada no Canadá que mapeou o caminho que os dois sentimentos, desejo e  paixão, percorrem no nosso cérebro. O que achei muito interessante!

 

Segundo a matéria, desejo e paixão ativam a mesma área cerebral, o corpo estriado, só que em partes diferentes. O desejo sexual ativa a parte da recompensa, já a paixão age na parte que é a mesma acionada por vícios como drogas, o que explica a dificuldade em aceitarmos o término de uma relação.

 

No meu novo romance “De repente, tudo muda”, Cristina se vê extremamente atraída fisicamente pelo dr Adriano, que trabalha no mesmo hospital que ela. Os dois começam a se relacionar e ela acaba se deixando envolver e se apaixona perdidamente por ele.

 

É possível evitar de se apaixonar?

 

É preciso tomar cuidado para não acabar caindo em uma cilada. Mas você pode estar se perguntando se seria possível evitar se apaixonar por alguém. Segundo a psicóloga Fabiane Curvo, entrevistada para a mesma matéria acima da Glamour, é possível evitar de se apaixonar, ou de confundir a atração com paixão, desde que se mantenha o lado racional em alerta.

 

O que significa que é possível sim sair com aquele gato que anda te desestabilizando, sem com isso entregar seu coraçãozinho. Maaaasss... nem sempre isso será fácil, principalmente se o rapaz além de gato e gostoso for gente boa , inteligente, tiver boa conversa e for carinhoso. Por isso, preste atenção ao que ele realmente está te oferecendo e se ficar na dúvida e perceber que está mais envolvida do que deveria, nada melhor do que uma conversa franca. Se o gato estiver na mesma vibe que a sua, caia de cabeça, caso contrário, saia fora, porque depois será difícil lidar com a sensação de abstinência quando perceber que tudo não passou de um encontro prazeroso e nada mais.

 

Leia meu romance "De repente, tudo muda". Uma história dinâmica, envolvente, sensual e cheia de reviravoltas. Clique agora aqui!

 

https://revistaglamour.globo.com/Amor-Sexo/Relacionamentos/noticia/2017/02/paixao-ou-tesao-descubra-o-que-voce-sente-aqui.html

Compartilhe no Facebook
Compartilhe no Twitter
Compartilhe no G+
Curta
Please reload

Posts Em Destaque

Acredite: O momento certo para ser feliz é agora

February 21, 2018

1/10
Please reload

Posts Recentes

January 23, 2020

November 18, 2019

Please reload

Arquivo
Please reload

Procurar por tags