De repente, tudo muda! Conheça mais um pouquinho do meu novo romance.

"De repente, tudo muda", que será lançado em julho pela Editora Pandorga, é uma história sensual e cheia de reviravoltas para refletir sobre a vida.


Olá! Como vai?


Como passou o dia dos namorados?


Não sei se chegou a ver, mas ontem postei um trecho bem quente de um encontro entre Cristina e Adriano, personagens do meu novo romance "De repente tudo muda". Perdeu? Então confere agora! (Atenção: texto para maiores de 18 anos.)


Adriano e Cristina fazendo a temperatura subir!


"Quando dei por mim, estava arrancando desesperadamente sua camiseta, arranhando suas costas enquanto deslizava a peça para cima. A pele dele arrepiou. Sorri satisfeita.

— Onde fica o quarto? — perguntou comigo ainda em seus braços.

— Final do corredor, à direita. — Custei a responder e quase acrescentei um “depressa, por favor”. Parecendo ler meus pensamentos, ele caminhou rápido para o meu quarto. Passos firmes e olhos vorazes. Empurrou a porta com o pé, foi em direção à cama e me colocou sentada nela. Fiquei a encará-lo, aflita e extremamente excitada. Meu peito subia e descia num ritmo frenético.

Ah, doutor, o que está fazendo comigo?

Em silêncio, acariciou meu rosto e cabelo. Mordi o lábio inferior em expectativa. Então ele desceu as alças do meu vestido, afastando-se brevemente para me olhar, dando-me a visão de seu peitoral definido e barriga tanquinho.

Uau! Pelo visto, ele também gosta de malhar, hum? Foi impossível conter o pensamento. Acho que fiz cara de safada.

— Apreciando a vista?

Voltei a encontrar seus olhos após o flagrante. Sorri provocantemente.

— Pode apostar! — Puxei-o novamente ao meu encontro.

Habilmente, ele desabotoou o sutiã e logo acariciou meus seios. Sua atenção especial aos mamilos me roubou um longo gemido.

— Isso é bom! — Mordisquei o ombro dele e voltamos a nos beijar.

Rápido, ele se livrou da própria calça e, num movimento ousado, puxou minha calcinha para baixo. Ela ficou presa em meus pés, mas consegui descartá-la num instante. Adriano se ajoelhou e beijou meu ponto mais sensível, fazendo-me contorcer. Junto com sua língua a me dar prazer, introduziu dois dedos em mim. Gemi.

— Está tão molhada... Que delícia! — Ergueu o rosto para me olhar.

— Quero você dentro de mim — sussurrei, manhosa.

Quem era aquela tão ousada? Eu não estava me reconhecendo.

— Seu pedido é uma ordem, delícia!"


Como eu já falei na live e na postagem aqui do blog da semana passada, este é meu texto mais sensual e é a primeira vez que descrevo cenas de sexo. Tudo foi escrito com cuidado e carinho. Espero que tenha gostado do trechinho!


Agora confira o texto da orelha!


Às vezes beijamos alguns sapos achando que são príncipes, mas uma coisa é fato: sapos são sapos e príncipes são príncipes. Cristina infelizmente encontrou muitos sapos na vida antes de achar seu príncipe encantado. Batalhou por seus objetivos, enfrentou dificuldades com garra e fé, mas o destino às vezes é tão irônico, cruel e imprevisível! Quando estava na melhor fase de sua vida, achando que viveria enfim seu “felizes para sempre”, Cristina foi baleada.

“Ninguém escapa de seu destino, menina” já havia lhe dito, certa vez, uma velha cigana.

Ninguém nunca sabe quando e como será o fim de sua vida, então aproveite cada momento! Viva intensamente, corra atrás de seus sonhos, arrisque, erre, chore, ria. Desejo que no final das contas tudo tenha valido a pena.


Estou muito feliz com o resultado final deste livro. Está gostando de conhecê-lo melhor?


Um abraço e até a próxima quarta-feira!


Conheça meu outros trabalhos clicando aqui.

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags