Quer dicas de livros e filmes? Então confira minha lista de lidos e assistidos em abril!

Quem me acompanha já sabe que além de escrever, amo ler e adoro cinema. Bora conferir o que achei dos livros que li e dos filmes que assisti no mês de abril?



O primeiro livro que li em abril foi o Garota GG I , da autora Manuh Costa. A Manuh começou sua carreira no Wattpad, onde tem uma legião de fãs, e agora está colocando seus livros na Amazon. Foi o primeiro livro que li dela e adorei sua escrita simples, divertida, de fácil leitura e fluida. O primeiro volume da série apresenta ao leitor Ana e Mosés. Ana é uma jovem contadora de uma grande empresa de Nova Iorque, é engraçada, dedicada ao trabalho e um pouco insegura com sua aparência, porque ela é uma garota que veste 50 e acha que os homens nunca vão olhar para ela por causa do seu peso. Mosés é seu novo chefe, o herdeiro da empresa Handerson. Ele adoece, após uma viagem ao Brasil contrai Dengue hemorrágica, e Ana passa a cuidar dele, o que os aproxima bastante e eles acabam se apaixonando. Mosés carrega muitos segredos e traumas de infância, o que o faz ser um pouco seco e introspectivo. A leitura me conquistou logo nas primeiras páginas, mas terminei querendo matar a autora, pois como se trata de uma série, o final do livro termina com um conflito, um gancho para o volume seguinte. Ainda não li os próximos, mas espero em breve encontrar tempo para ler.


O segundo livro que li já entrou para a lista dos meus preferidos da vida: Talvez um dia, da Colleen Hoover. Também foi o primeiro livro que li da autora e fiquei fascinada por sua escrita envolvente e pela trama em si, que é angustiantemente linda! O livro conta a história de Sydney, uma jovem que ao completar 22 anos descobre que seu namorado a traía com sua melhor amiga e colega de apartamento, e ainda por cima perde o emprego. Sydney tinha um vizinho músico, com quem trocava mensagens, Ridge, e é ele quem a acolhe, após ela sair de casa depois de socar a cara do namorado e da amiga. Ridge é surdo. Um garoto incrível, que precisou lutar contra o preconceito, inclusive dentro de casa, e com traumas de infância como a falta de amor dos pais. Ele se emancipou aos 16 anos e foi cuidar do irmão, que tinha apenas 14. Eles têm uma banda de rock, seu irmão é o vocalista e Ridge compõe as músicas. Ele passa por um bloqueio criativo e Sydney o ajuda a compor. Eles acabam se apaixonando, mas Ridge tem namorada e é muito leal a ela. Ver o amor nascendo entre eles e como eles lutam para não se entregar deixou meu coração apertadinho. Os personagens são muito cativantes e fiquei louca para saber como a autora desenrolaria o enredo. Devorei o livro rapidamente e amei cada capítulo! Super recomendo a leitura. O livro conta ainda com uma trilha sonora criada especialmente para ele, que pode ser ouvida pelo site www.maybesomedaysoundtrack.com. Estou ansiosa para ler outros livros da autora!


O terceiro livro que li foi “Sob o calor do sertão” da Nana Pauvolih. Meu primeiro contato com a autora foi ainda no wattpad, quando li a degustação do “Redenção de um cafajeste”, mas acabei não lendo o livro, porque não gostei muito dos primeiros capítulos, achei hot demais para o meu gosto. Mas como gosto de dar uma segunda chance para autores nacionais, baixei “Sob o calor do sertão”, que tem uma capa linda e era curtinho, um “conto” a princípio. Adorei a leitura, mas o livro acabou tenho uma continuação, que ainda não li, e achei que a história terminou na melhor parte, o que considerei uma sacanagem, já que os dois volumes são bem pequenos, poderiam ter sido um livro só. Então quem for ler, saiba que a história terminará sem terminar e terá que ler o segundo para saber o que acontece com os personagens.


Agora vamos aos filmes?


O primeiro filme que assisti em abril foi “Antes que eu vá”, ele é voltado para o público adolescente e jovem adulto, mas eu amei! A história é linda, nos faz refletir sobre a vida e a atriz que interpreta a personagem principal deu um show de atuação, amei e super recomendo!


O segundo foi “A forma da água”. Gostei, mas confesso que esperava um pouco mais dele, por ter ganhado alguns prêmios no Oscar deste ano e tudo mais. Dizem que o livro é bem melhor, mas ainda não li. O enredo é um drama, misturado com ficção científica e romance. A parte mais envolvente é mesmo o romance que surge entre a personagem Elisa e a criatura fantástica, capturada de um Rio da Amazônia. Vale a pena assistir, é gostosinho, mas não achei assim tão incrível.


O terceiro e último filme que assisti foi "50 tons de liberdade”. Estava louca para ver o último filme da série. Li todos os livros e gostei bastante das adaptações para o cinema. Gostei do último filme, mas o livro é bem melhor e acho que esperava um pouco mais da adaptação para o cinema, mas mesmo assim recomendo! Vou sentir saudades dos personagens!


Bem, por hoje era isso.

Gostaria de convidar você para se inscrever aqui no meu site e ficar por dentro de todas as minhas novidades, além de, assim, receber emails avisando sobre os textos novos do blog.


Envolvida por um clima de romance e certo saudosismo, gostaria também de convidar você a ler meu primeiro livro “Contra todas as probabilidades”, meu romance mais leve, divertido e sensual. Clique aqui e garanta logo o seu!


Beijos e até semana que vem!


Renata R. Corrêa


Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags