Liberte-se já: Não compare a sua vida com a de ninguém, você é única

A maior cilada que um ser humano pode cair é começar a comparar sua vida com a de outras pessoas. Sei que a sociedade nos induz a esse comportamento, incentivando a termos o que o outro tem, principalmente se a pessoa for supostamente mais bem sucedida que a gente. Não caia nessa! Saiba o porquê lendo meu texto de hoje.



Olá!


Já reparou como somos induzidos a querermos o que os outros têm? Aquele velho ditado de que “a grama do vizinho é sempre mais verde que a nossa” é perverso e real.


Mas paremos de olhar para o lado! Ficar comparando nossa vida com a dos outros só nos fará perder tempo e ainda poderá nos deixar deprimidos.


Cada ser humano é único


Entenda que cada ser humano é único, com individualidades, sonhos e gostos. Nem sempre o que serve ou funciona para outra pessoa servirá ou funcionará para você!


Às vezes um amigo ou amiga consegue trabalhar em dois empregos e conciliar isso com a vida pessoal sem se cansar em exagero e sem comprometer a saúde e felicidade. Mas pode ser que para você ou outra pessoa isso não funcione. Cada um tem um limite que suporta e necessidades diferentes.


Pode ser que você precise de mais horas de sono do que aquela pessoa. Pode ser que você não suporte tanta pressão e que trabalhar em 2 empregos comece a lhe roubar a saúde e a felicidade. Preste atenção: o preço que podemos pagar desejando o que o outro tem pode ser caro demais. Pode custar nossa vida! Então deixe disso.


Viva a SUA vida.


E daí se seu amigo ou amiga mora num condomínio chique, num sobrado daqueles de novela e anda de carro importado? Esse é o padrão de vida dele ou dela, mas é o seu? Ao menos é seu sonho, faz parte da sua essência?


Não fuja de quem você é, da sua essência, apenas para ser ou ter o que a sociedade preconiza como padrão.


Regras e padrões existem para serem quebrados!!!


Digo com toda a honestidade do mundo de quem já se viu impelida a aceitar as imposições sociais: NÃO VALE A PENA!


A sua vida é a sua vida e a dos outros é a dos outros


Parece lógico e simples? Acredite: não é! É difícil entendermos e aceitarmos isso, mas é libertador!


Quando você começar a entender que pouco importa o que os outros têm ou estão fazendo de suas vidas e importa sim o que você deseja, gosta, sonha e é, certamente irá retirar um peso de sua cabeça e viverá mais feliz.


Quando falo sobre isso é impossível não lembrar do meu romance “Um ano sabático” e da Síndrome de Burnout (lembra dela? Fiz um post há 3 semanas atrás sobre o assunto, você pode conferi-lo aqui no blog).


Se esse assunto vem martelando a sua cabecinha, fique atenta que ainda vamos falar muito sobre isso por aqui.


E para você começar a busca pelo auto conhecimento, se amando cada vez mais, o romance 'Um Ano Sabático', sem dúvida, vai te ajudar muito nessa missão.


Clique aqui e comece um exercício mental e diário para se livrar das imposições sociais de sempre ter mais e mais.


Um grande abraço!


Renata R. Corrêa




Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags